8 de ago de 2011

Aleister Crowley - 3º parte

 3º parte
Uma das figuras mais misteriosas, revolucionárias e contraditórias do século XX


Críticas podem ser feitas à Aleister Crowley, que, muitas vezes, não vivia de acordo com a própria filosofia que pregava.



Por exemplo, a busca por prazer a que se entregou não raro se pareceu mais com uma simples satisfação do ego do que com a vontade do Universo.

Entre estes prazeres estão os boatos sobre violação (vulgo estupro) e seu vício em drogas. Vício é uma palavra distante da Verdadeira Vontade.



Apesar do seu vício, fez experimentos significativos com várias drogas em seus estudos ocultistas, com objetivo de entrar em contado com estados visionários.

Magia em teoria e prática -
um dos principais escritos de Crowley


Pessoas de destaque na contracultura, tais como Timothy Leary, citaram que os estudos de Crowley eram coerentes com o que eles próprios pensavam.


Aleister Crowley criança


Muito das contradições que há em Crowley se devem à sua personalidade destemida e ecléticaEle
provou e fez de tudo. 

Parece que era um tipo amoral, invocava deus e o diabo, de acordo com seus propósitos.


Crowley e Fernando Pessoa


Em muitos aspectos, a filosofia da Thelema parece se encaixar no seguinte ditado: Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço.




Apesar dos aspectos destrutivos que podem ser encontrados em Crowley, ele nos deixou um conselho muito útil, positivo e corajoso, que pode ser aplicado por qualquer pessoa na busca de sua própria liberdade individual dentro desta sociedade escravocrata contemporânea:

faça o que quer fazer




Há muitos outros fatos intrigantes da vida de Crowley, que tornariam a postagem ainda mais 
extensa. 

Ele teve várias amantes, passou por diversas organizações ocultistas, dizem que foi espião do serviço secreto britânico durante a 2º Guerra Mundial, viajou por muitos lugares, conheceu Fernando Pessoa e uma porção de intelectuais 
e artistas.


Aleister Crowley na capa de Sgt. pepper's


Teve (e ainda tem) grande influencia no rock. Entre seus admiradores estão os Beatles, Led Zeppelin, David Bowie, Ozzy Osbourne, Iron Maiden, para citar apenas alguns dos mais famosos. 

No Brasil, Raul Seixas e Paulo Coelho.




Crowley morreu com 72 anos, em 1947. Teve uma vida longa e suas ultimas palavras (segundo a internet) foram: Eu estou perplexo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics